30 setembro 2013

Recomeçar

| | 1 comentários
Oi gente faz um tempinho que não posto aqui mas hoje o post é bem legal.Eu estou começando a escrever um romance e gostaria muito de partilhar parte desta historia com vocês,se agradar eu continuo postando..


Recomeçar

Eu me perguntava por que tudo aquilo estava acontecendo comigo. Eu acabara de me separar do meu marido um casamento que durou 15 anos eu o amava tanto. Mas não há amor que suporte ser enganado e eu fui durante 10 anos. Um dia eu recebi um telefonema anônimo parecia um homem, ele me disse que eu estava sendo enganada pelo meu marido, eu não acreditei achei aquilo tudo uma brincadeira de muito mau gosto, meu marido me amava e era nisso que eu acreditava, ele sempre era muito atencioso, nunca esquecia nossas datas,e eu não tinha motivos para acreditar em uma besteira daquela. 

Hoje era uma noite especial estávamos completando 15 anos de casados. Eram 7h quando terminei o jantar, tomei um banho coloquei um vestido de cetim que ele havia me dado no dia do meu aniversario, ele era vermelho tomara que caia com um bordado floral no busto, realmente a produção ficou linda, apesar dos meus 33 anos de idade eu ainda me sentia como uma jovem de 25 anos me achava bonita, inteligente o tempo tinha sido generoso comigo eu realmente me sentia uma mulher feliz ao lado da pessoa que eu havia escolhido para viver ao meu lado para o resto da vida. Desci as escadas, elas davam para a sala no relógio marcava 8;38h caminhei em direção a sala de jantar e Tom latiu para mim _Oi menino e ai gostou do visual. Ele sacudiu o rabo freneticamente. Tom, è um Pastor belga tem apenas 2 anos de idade ,eu o comprei em uma feira de animais nas férias de 2008. Cheguei a cozinha a mesa estava posta para duas pessoas como eu tinha deixado eu havia colocado uma toalha de renda com bordas douradas havia uma taça de vinho, uma de água e uma de champanhe para cada um, os talheres eram de prata foram um presente de casamento da minha mãe, e eu os guardava com muito carinho, os pratos eram porcelana branca a peça chave que falta eram as velas que eu já estava providenciando . Eu tinha planejado tudo com tanto carinho aquele dia era muito especial para mim, resolvi me sentar na varando dos fundos de minha casa, já era noite e o céu estava muito bonito, iluminado com tantas estrelas estávamos no fim do verão uma brisa gostosa tocou meu rosto, eu me sentei em uma cadeira de balanço que ali estava e tom se deitou no chão do meu lado ele adora quando eu faço cócegas na sua barriga é tão engraçado Ele chega a fazer uns gemidos, e fica ganindo baixinho, ele é muito bagunceiro não pode ver nada se mexendo que La vai ele xeretar, só se mete em confusão. Alguns cachorros começaram a uivar na vizinhança e o Tom não podia ficar de fora dessa logo se levantou, começando assim uma bela serenata isso durou pouco menos de dois minutos ele se deitou de novo e dormiu nos meus pés. Eu comecei a me lembrar de mim nos meus 18 anos e em um dos dias, mas maravilhoso da minha vida, o dia em que conheci Leandro. Eu acabava de entrar para universidade UFF – Universidade Federal Fluminense cursava biologia marinha, a aula de genética havia terminado, eu já estava indo embora com minhas amigas, descemos as escadas do segundo andar, e fomos direto para a cantina era por volta das 19h, chovia muito neste dia e eu como sempre despeça não levei guarda-chuva. Pedi para a Carmem, Letícia e Luana ficarem comigo, mas um pouco, ate a chuva passar e elas concordaram em ficar ali comigo por mas 1 hora , mas a bendita chuva não passava, e resolvemos ir embora.Dei tchau as meninas, nos desejamos um bom fim de semana, e eu fique ali na chuva na porta da universidade esperando o ônibus.....
...
Eu já estava ficando agoniada , meu ônibus nunca tinha demorado tanto assim, então peguei meu mp3 e coloquei no radio para tentar obter alguma resposta. Ate que ouvi a seguinte noticia ‘’muitos bairros encontram-se totalmente alagados e o transito esta completamente parado, nas vias mas importante da cidade’’ pronto era tudo que eu não queria ouvir a solução era ficar por ali e esperar , tinham muitas que estavam na mesma situação que eu. Foi então que ouvi alguém falar meu nome ;_ Sandra ...oi tudo bem acho melhor você sair da chuva vai acabar ficando doente ....aquele rosto me era familiar mas nunca tínhamos nos falado nem se quer me lembrava do seu nome mas ele por incrível que pareça sabia o meu...
_Desculpe mais eu conheço você?O perdão nem me apresentei meu nome é Leandro, estudamos juntos hoje na aula de genética.
_ Ta, mas como sabe meu nome? Perguntei um tanto irritada.
_Bem o professor Carlos pediu para que você se apresentar e perguntou por que você escolheu o curso de biologia marinha, eu acabei ficando encantado com sua resposta,e acabei não esquecendo seu nome.
_Desculpe estou sendo muito inconveniente, se prefere eu vou embora! _Claro que não imagine você não esta me incomodando...
_È que...
_Eu entendo hoje em dia nos não podemos confiar em ninguém, eu sou uma pessoa desconhecida, para você.
_Tenho uma solução nos apresentamos e deixamos de ser pessoa desconhecida um para o outro. Que tal? Ele me perguntara de uma forma tão gentil, que acabou me deixando desconsertada.
_Claro não vejo porque não!
_Então como se chama?
_Sandra. E você?
_Leandro.
Naquele momento mal sabíamos, que faríamos parte da vida um do outro
Os latidos do tom interromperam meus pensamentos ele estava bastante agitado eu resolvi ir ver o que estava acontecendo...
_Ei o que ouve garoto, calma vou abrir. Ele estava bastante inquieto. Quando abri a porta da varanda que dava para a sala ele saiu correndo em disparada na minha frente. Neste momento entendi o que era o telefone tocava cães realmente tem os ouvidos muito aguçados eles ouvem quatro vezes mais distante do que os seres humanos alem de ouvirem ultra-sons de ate 60khz, inaudíveis aos ser humano que só escuta até 20khz. Seu olfato também tem 30vezes, mas tecidos sensoriais alfativos do que o ser humano sua visão noturna também é muito melhor do que a nossa, pois seu ângulo de visão é mais amplos devidos seus olhos estarem ao lado da cabeça.
_Ei, ei já entendi. Não sei se era impressão minha mais ele parecia estar pressentindo alguma coisa.
_Alo.
_Ola boa noite a Sr Sandra Gomes de Almeida esta? Era uma voz feminina do outro lado, parecia-me uma pessoa jovem, mas que passava muita segurança em sua voz.
_Sou eu, pode falar.
_Tenho uma noticia um tanto desagradável para lhe dar, mas preciso que a senhora se acalme.
_Como posso me acalmar se você ainda não me disse do que se trata. Eu estava começando a ficar nervosa alguma coisa grave tinha acontecido, pensei na minha Mãe no meu Pai e ela me interromper dizendo.
 _Preciso que a senhora venha imediatamente para o Hospital Ferreira Machado, seu marido Sr Leandro sofreu um acidente de carro e esta em estado grave... Um silêncio profundo pairou no ar, eu não conseguia dizer nada... Minha cabeça girava e eu fiquei gelada ao receber aquela noticia.
_Senhora você esta bem?
_Esta ai? Senhora!
Ate que consegui dizer algo.
_Estou indo para ai! 

                                                                                                                          Continua..

13 setembro 2013

Como mudar o mundo

| | 1 comentários

Não adianta mudar o mundo de forma eletrônica fazendo carros modernos,celulares de ultima geração,TVs de LCD,melhorar todo sistema de conexão e comunicação se o ser humano esta a cada dia mas desconectado do mundo. Enquanto empresas multimilionárias ganham milhares de moedas, muitos não tem nada,não tem onde dormir,o que comer, o que vestir o quanto menos uma moeda no bolso .
Mudar o mundo e dar dignidade , um lugar ao sol , para trabalhar e colher os bons frutos. Ensinar as crianças o valor das coisas , o valor do trabalho, o valor da vida para que ela quando estiver com plena consciência adulta , ela não mate ,não minta,não roube de quem tem menos do que ela, não seja preso, não chore, não morra.
A grande mudança do mundo esta dentro de nos mesmos esta em ter respeito com o outro, em se por no lugar do outro .
                                                                                                                         (Natália Custódio)

O melhor presente é estar presente

| | 0 comentários


Educamos nossos filhos com o intuito de ele ser algo melhor na vida, algo ate melhor do que nos fomos é muito comum os pais quererem dar o melhor aos seus filhos é claro na medida do possível. Mas muitos pais vão alem disso, muitos por falta de tempo, ou por um relacionamento ‘‘um casamento’’que não deu certo, faz o impossível para suprir todos os desejos dos filhos.

E olha não adianta dizer que isso não é verdade porque isso realmente acontece e é ai que mora o perigo. Além da culpa, o medo e a insegurança também parecem ser fatores que pesam aos pais ao impor limites. Muitos foram tão reprimidos e lhes impuseram limites tão severos, que cresceram com a ideia de que se disserem “não” aos filhos ou impor-lhes qualquer outro limite, isso vai prejudicá-los. “Crianças criadas num ambiente onde tudo pode, onde tudo é permitido, não aprendem a conviver com os outros. Elas se tornam inseguras e desorientadas” Crianças precisam de atenção, carinho, mas também de limites. Não adianta tentar suprir algo que esta faltando com total liberdade, deixa que as crianças façam o que quer só vai prejudica La futuramente. A presença de um responsável é muito importa para que ela se sinta segura. Outra duvida no lar é saber o que é melhor para os filhos o que pode e o que não pode.já vi acontecer varias vezes ‘’mãe posso’’_não ‘’pai posso’’_pode,ou vice e versa. Sabe o que é isso conflito de autoridade. Muitos lares onde os pais não se entendem impor limites é quase impossível, e sabe quem é mais prejudicado? A criança!Cada um da ao filho o que acha melhor, com isso logo cedo à criança aprende que obedecer é algo relativo ou manipula um dos pais para conseguir o que quer!

Bjus e fiquem com Deus

07 setembro 2013

É triste dizer adeus

| | 0 comentários
É triste dizer adeus,mas é preciso a vida é feita de encontros e despedidas, por mas doloroso que sejá este momento  devemos apenas aceitar,aceitar que chegou o momento afinal isso vai acontecer com todos nós.E triste dar adeus a alguém que significou tanto em nossa vida mas é preciso.Perder um pai, uma mãe,amigos ou ate mesmo um grande amor faz parte do crescimento, faz parte do aprendizado,faz parte da jornada.

Pence que eles estão em um lugar melhor do que esse um lugar longe,da dor ,da crueldade,da fome e da ganancia que estão em em um lugar melhor do que o nosso..
''A morte não é o fim é apenas o começo de mas uma jornada''
                                                                                                                      (Natália Custodio)

03 setembro 2013

O encontro.

| | 0 comentários

Eu estava indo visitar meus pais que já não via a mais ou menos uns seis meses por causa da faculdade de Arquitetura, eles sempre me surpreendiam com um almoço e aproveitavam para chamar amigos e familiares. De pé na fila do metro o choro de uma criança despertou minha atenção ela estava a minha direita no colo da mãe eu a observei e sorri. Quando levantei meus olhos me deparei com um rosto que para mim era familiar e eu tive quase certeza que aquele breve encontro de olhares não fazia parte daquele primeiro encontro. Logo o metro chegou e eu o perdi em meio à multidão.
Minha viagem naquela noite seria longa eu iria da zona sul até o centro da cidade e depois pegaria dois ônibus ate a casa dos meus pais no interior do estado. A noite estava fria e chuvosa e eu ansiava por um cobertor quentinho e um chocolate quente.
Eram exatamente 23: 00 quando cheguei na casa dos meu pais e eles já estavam-me esperando na porta, como sempre com um sorriso largo no rosto e os braços abertos, que delicia era rever a família.
Não que a vida na zona sul na casa da tia Sophia irmã da minha mãe não fosse boa, mas shopping e cinema não eram supria a falta que os meus pais faziam.
Minha mãe estava um pouco mas forte do que da ultima vez, mas linda como sempre cabelos soltos, e sabia se vestir muito melhor do que eu. Meu pai era bem mas velho do que minha mãe mas a idade não o tinha feito perder o charme.
Lembro que conversamos tanto naquela noite que quando nos demos conta já eram 3 da manhã, meus pais se recolheram e eu ao caminhar pela aquela casa reparei o quanto tudo continuava no mesmo lugar o quanto aquela casa me arremetia a tantas recordações boas,o quanto eu fui feliz naquele lugar, no meu lugar.
O canto dos pássaros me despertou naquela manha de domingo, e eu sabia que aquele dia seria muito especial, sempre esperava ansiosa por este momento sempre que eu vinha para casa dos meus pais afinal eu não tinha como visitar todos então eles sempre viam-me ver..
Fui tomar um bom banho e definitivamente meus pais precisavam trocar a parte hidráulica daquela casa era muito antiga e assim que volta-se para a casa da minha tia eu iria procurar alguém competente para fazer isso mas meus pensamentos foram interrompidos com a campainha, e eu fiquei imaginando quem poderia ter chegado.
Comecei a me vestir o mas rápido possível, coloquei a sandália e nisso ouvi quando minha mãe dizia.
_Que alegria te ver aqui tem tanto tempo que não nos vemos ninguém nos avisou que você estava na cidade. Paloma nem vai te reconhecer.
_Paloma esta ai? Ele perguntou com surpresa. Pensei que ela não morava, mas aqui.
sim chegou ontem, ela não mora mas nos visita assim que pode.Más fica a vontade que eu vou chama-la.
_Paloma querida vem aqui na sala. Eu estava curiosa para saber quem era aquela pessoa que eu não reconheceria, eu estava terminando de passar meu batom favorito quando ouvi minha mãe me chamando e logo segui em direção a sala,foi quando me deparei com aquele rapaz aquele que eu tinha visto na fila do metro na noite anterior aquele cuja fisionomia me era familiar e aquele sorriso como pude esquecer aquele sorriso.
_Paloma, que bom te ver.
_Caio quanto tempo



                                                                                                                                        Continua...